segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Sugestões para trabalhar o alfabeto/alfabetização

Idéias para trabalhar o alfabeto



História a Magia do Alfabeto Minha dica para trabalhar o alfabeto é essa história que explica de uma forma lúdica a diferença entre vogais e consoantes.

HISTÓRIA A MAGIA DO ALFABETO

NO CASTELO ENCANTADO DA FADA ROSA MORAVAM TODAS AS LETRAS DO ALFABETO. VIVIAM FELIZES E BRINCAVAM MUITO.
UM DIA A FADA AZUL DO CASTELO DOS NÚMEROS CONVIDOU AS LETRAS PARA UMA FESTA, MAS A FADA ROSA NÃO DEIXOU ELAS IREM PORQUE IRIA CHOVER.
ALGUMAS SAIRAM ESCONDIDAS E FORAM À FESTA, E OUTRAS FICARAM (AS VOGAIS). QUANDO VOLTAVAM, CAIU UMA TEMPESTADE COM RAIOS E TROVÕES. UM RAIO CAIU NA LETRA H E ELA FICOU MUDA, AS OUTRAS LETRAS FICARAM MUITO ASSUSTADAS.
AO CHEGAREM NO CASTELO, LEVARAM UMA BRONCA DA FADA ROSA QUE LHES DEU UM CASTIGO: NUNCA MAIS TERIAM SOM PRÓPRIO,SEMPRE TERIAM QUE TER UMA VOGAL ACOMPANHANDO-AS. E ASSIM FOI QUE SURGIU AS VOGAIS E CONSOANTES.


Fonte: http://www.scribd.com/doc/19715151/Historia-a-Magia-do-Alfabeto

MÚSICA PARA TRABALHAR O ALFABETO

O ALFABETO
Aline Barros

A, B, C, D, E, F, G, H,
I, J, L, M, N, O, P, Q,
R, S, T, U, V, X e Z

Eu já aprendi quer ver?
Vou mostrar pra você,
O alfabeto eu aprendi
Vou cantar pode crer

A, B, C...

O alfabeto eu aprendi
Jesus me deu sabedoria
As letrinhas vou usar
Dia e noite, noite e dia

A, B, C...
P.S.: Esta música faz parte do CD Aline Barros e Cia - vol 1
Tem o vídeo no yo tube
Letra pesquisada na internet


Gincana para a alfabetização

Sugerimos uma gincana com jogos e brincadeiras, onde as crianças interajam entre si e com a professora diariamente durante quinze dias (poderá ser prolongada, ou não, de acordo com as necessidades das crianças).
A atividade está dividida em cinco etapas que durarão três dias com nível de complexidade crescente nas atividades, a cada etapa o número de integrantes diminuirá. Na primeira etapa serão duas equipes de vinte alunos, na segunda etapa serão quatro equipes de dez alunos, na terceira etapa serão oito equipes de cinco alunos, na quarta etapa a turma se dividirá em duplas. E por fim será individual na quinta etapa.
Para entusiasmar e incentivar os alunos, a professora irá propor que todos juntos em uma roda de conversa, criem combinados e a professora explique o jogo ou a brincadeira que será proposta no dia. Nesta roda de conversa poderá ser decidida a pontuação que ganhará as equipes que todos participantes completarem as atividades (É importante lembrar que não ganharão pontos somente as equipes que terminarem primeiro, e sim, aquelas que conseguirem completar as atividades). Será determinado nesta roda de conversa inicial o tempo e o horário determinado para as crianças criarem uma rotina e terem segurança, pois os mesmos podem ter algum tipo de bloqueio, causados por insegurança que o seu meio social proporcionou.
Ao final de cada dia, a professora anotará no quadro de pontos que poderá estar fixado na sala de aula, os pontos adquiridos pela equipe.
Sugestões para dividir as equipes: Por ordem alfabética, exemplo:uma equipe da letra A a letra L, a outra equipe da letra M a letra Z.
Pelo número de chamada, exemplo: a 1ª equipe do número um ao dez, a 2ª equipe do número onze ao vinte e assim sucessivamente.
Para dividir em duplas a professora poderá, pedir aos alunos que escreva em um papel o nome de quatro amigos que gostaria de fazer dupla, a professora poderá escolher a criança que poderá ser mediador de conhecimentos um do outro, por exemplo, uma criança que tem facilidade de leitura, tem dificuldade em matemática pode formar dupla com uma que tem dificuldade em leitura, talvez a mesma criança que tem dificuldades com leitura tenha facilidade em matemática.
A gincana proposta neste plano de intervenção auxiliará os alunos na identificação de letras, formação de palavras, raciocínio lógico, percepção visual, conceitos de moralidade, imaginação, interação entre outros conceitos.
A troca de significados, sentidos e conhecimento que se estabelece na interação entre as crianças e entre as crianças e o professor possibilitará a aprendizagem de conceitos de leitura, escrita e noções de jogos. Durante as brincadeiras e jogos da gincana a professora observará as equipes e poderá intervir na Zona de Desenvolvimento Proximal das crianças, através de dicas, orientações, modelos, assistência, questionamentos, demonstrações, assim, usufruindo do que a criança sabe para ensiná-la algo novo, assim as crianças desenvolvem o conhecimento real.
1ª Etapa
1º dia: Roda de conversa
Jogo: Caracol com dados
Desenhe no chão, utilizando giz de lousa, um caracol (tipo amarelinha). Confeccione também, dois dados (podem ser de cx de papelão)sendo um tradicional, com números, e no outro, escreva as vogais. Cada criança tem que jogar os dois dados.
Exemplo: se a criança jogou e apareceu o número 2 e a vogal a, ela deverá andar 2 casas, porém, se antes disser duas palavra que comece com a vogal a. E assim sucessivamente, até que todas as crianças cheguem na cabeça do caracol. Vence a equipe que todos conseguirem.
Ao final do dia a professora anotará no quadro os pontos adquiridos pela equipe.
Para intervir na Zona de Desenvolvimento Proximal a equipe poderá ajudar a criança que tiver dificuldade e a professora poderá auxiliando a equipe.
2º dia: Roda de conversa
Jogo: Jogo das quatro letras:
Entregar uma tira para cada aluno da equipe contendo palavras em que faltam as vogais. O jogo consiste em tentar completar a palavra com as vogais que faltam.
Ex: C _ S _
A professora poderá intervir dando dicas tais como:É o lugar onde moramos, a letra que está faltando é a letra que começa as palavras abelha, avião, asa, amor, etc.
3º dia: Roda de conversa
Jogo: Dominó móvel
Este é um dominó muito mais divertido do que o tradicional, pois as próprias crianças serão as próprias peças. Confeccione juntamente com as crianças plaquinhas (utilizando papel cartão, canetões e barbante) com figuras desenhadas e outras com a palavra correspondente às figuras. Deixe que as crianças corram pelo espaço livremente, “embaralhando as peças”. A um sinal do professor, elas deverão formar duplas, encontrando a “peça” que corresponda à sua.
Exemplo: A criança que estiver com um desenho de uma casa terá que se juntar com a que estará com a palavra CASA
A professora poderá dar assistência durante a atividade, falando se está quente ou frio, que a sílaba que começa a palavra casa é a mesma do cavalo, do cabelo, etc.

2ª Etapa
1º dia: Roda de conversa
Jogo: Detetive
A professora deverá esconder pela sala de aula várias palavras e entregará para cada dupla de crianças, uma figura correspondente às palavras que você escondeu. Cada dupla deverá sair pela sala em busca de "sua" palavra. Podem ser utilizadas as fichas confeccionadas para o dominó móvel. A professora pode utilizar-se das dicas citadas acima para ajudar os alunos.
2º dia: Roda de conversa
Jogo: Forca
A professora poderá fazer a forca tradicional na lousa onde cada equipe terá a sua vez de tentar a letra, até que acerte a palavra. A professora poderá explicar o significado da palavra e ir dando dicas para que os alunos consigam acertar.
3º dia: Roda de conversa
Jogo: Equipe criativa
Neste jogo, as crianças serão estimuladas a escrever palavras usando a criatividade, além de poder trabalhar em equipe. Cada equipe receberá um saquinho contendo diversas letras do alfabeto (pode-se utilizar o alfabeto móvel ou até mesmo pedaço de cartolina com as letras escritas. Quanto às regras, você poderá criá-las e mudá-las de acordo com o seu objetivo).
Exemplo: palavras começadas com a letra p, ou palavras de coisas que você pode encontrar na nossa sala de aula,
palavras que contenha a vogal a, etc.

3ª Etapa
1º dia: Roda de conversa
Jogo: Circuito e lousa
Desenhe no chão dois circuitos iguais, utilizando giz de lousa ou fita crepe, “desenhando” várias vezes, uma determinada letra, por ex: aaaaaaaaaaaaa. Separe duas equipes. Cada equipe deverá formar uma coluna em frente ao circuito correspondente. A primeira criança de cada equipe irá começar correndo pelo circuito, fazendo com o seu corpo, o movimento correto da escrita daquela letra, até o final. Ao acabar a corrida, deverá ainda escrever na lousa uma palavra que se inicie com a letra do circuito. Essa criança voltará e baterá sua mão na mão do próximo colega (o primeiro da coluna) e se posicionará no final da coluna da sua equipe. O próximo colega fará o mesmo, até que o primeiro participante de uma das equipes volte a ser o primeiro da coluna. A equipe vencedora será aquela que os membros mais se ajudarem.
Ao final da brincadeira, a professora irá corrigir as palavras, juntamente com as crianças.
2º dia: Roda de conversa
Jogo: Bingo de palavras
Em cada cartela, devem conter palavras. Você irá “cantar” uma palavra e a criança deverá achar em sua cartela a palavra escrita. Ao invés de “cantar” a palavra pronta, você poderá “cantar” uma frase, por exemplo: “Usamos para escrever e não podemos apagar com a borracha”, a criança deverá procurar a palavra: caneta. (você deve formular o jogo com muito carinho, utilizando frases ou perguntas inteligentes, certificando-se de que haverá relação entre o que você “cantou” e o que há nas cartelas).
Você poderá escrever nas cartelas palavras com letra bastão e cursiva e ao “cantá-las”, especificar. Por exemplo: Macaco, escrito em letra bastão. Você poderá fazer o bingo trabalhando nele o conteúdo que você está trabalhando em sala de aula. Por exemplo: meios de transporte. Nesse caso, você “cantará” apenas palavras como carro, avião, etc. A professora já estará intervindo na Zona de Desenvolvimento Proximal através das dicas.

3º dia: Roda de conversa
Jogo: Caixa de Fósforos com Fotos, Contendo Letras do Nome
A professora poderá confeccionar, junto com os alunos, caixas com palavras dentro e figura desta palavra colada do lado de fora. Esta caixa vai circulando entre todas equipes, que tirarão as letras de dentro e tentarão montar as palavras, primeiramente com e mais tarde sem o modelo. Uma variação desta atividade é entregar às crianças envelopes contendo letras para que elas montem palavras, sem o apoio das figuras.

4ª Etapa
1º dia: Roda de conversa

Jogo: Dominó móvel com sílabas
As crianças serão as peças do dominó. Confeccione juntamente com as crianças plaquinhas (utilizando papel cartão, canetões e barbante) com uma silaba da palavra em cada plaquinha. Deixe que as crianças corram pelo espaço livremente, “embaralhando as peças”. A um sinal seu, elas deverão formar duplas, encontrando a “peça” que corresponde a sua.
2º dia: Roda de conversa
Jogo: Quem forma mais palavras
Cada dupla recortará de revistas diferentes silabas, onde depois poderão juntas formar palavras em um cartaz.

3º dia: Roda de conversa
Jogo: Música
O trabalho com músicas infantis traz muito prazer para as crianças. Elas gostam muito de “cantá-las”, utilizando a “fala” e os “sinais”. Nessas exposições as crianças, muitas vezes, reconhecem e identificam as letras de seu nome e dos colegas, bem como algumas palavras que se repetem.
Depois de dramatizadas e muito cantadas, as músicas são escritas na lousa ou em folhas de cartolina, a professora poderá escolher a música. Após "cantarem” várias vezes, acompanhando a escrita da música, as crianças memorizam as músicas com maior facilidade. Assim, na escrita individual da música que está sendo trabalhada, observa-se uma melhor organização frasal e uma maior aproximação da escrita a sua forma convencional. Além disso, nota-se que, neste tipo de escrita, os alunos mantêm uma escrita para determinada palavra.

5ª Etapa
1º dia: Roda de conversa
Jogo: Acróstico de palavras e figuras.
A professora escreverá uma palavra na lousa e o aluno em uma folha escreverá a palavra e com cada letra a criança deverá escrever uma palavra e um desenho.
Exemplo: B – bola
A – avião
L - lápis
A -abelha

2º dia: Roda de conversa
Jogo: Jogo com tampinhas de garrafa
Junto com as crianças a professora poderá colocar letra na parte de cima da tampinha, onde eles utilizarão para formar as palavras a serem ditadas pela a professora.

3º dia:Roda de conversa
Jogo: As crianças poderão escolher o jogo que mais gostaram através de votação.

Fonte: http://insightspedagogicos.blogspot.com/2010/09/gincana-para-alfabetizacao.html
Fonte: http://canttinhodaprofeadri.blogspot.com


A história do alfabeto
Por: Redacção

As letras do nosso alfabeto têm origem, principalmente, No fenício, que se estendeu pelos povos da Ásia a partir do século XV antes de Cristo. Progressivamente, o alfabeto fenício foi adaptado na Grécia. Na Itália, o alfabeto grego influenciou bastante o abecedário etrusco, que, por sua vez, originou o alfabeto latino (século VII a III antes de Cristo).

A-a

Primeira letra do alfabeto fenício, alef, que significava “touro”. No alfabeto grego, o sinal alfa passou a designar a vogal A.

B-b

Vem da letra semita bet, cujo significado era “tenda”. Uma tenda dupla deu origem ao sinal escrito da letra B.

C-c

Origina-se na letra grega gamma, que, por sua vez, vem do semita gimel, que significa “camelo”.

D-d

Vem da letra grega delta que, por sua vez, é idêntica à letra dalet fenícia. O significado dessas letras era “porta”, que determinou o primeiro sinal da letra D.

E-e

Acredita-se que o antigo significado dessa letra era “pequena abertura ou janela de uma casa”.

F-f

Vem da letra phi grega.

G-g

Letra de origem romana nascida de uma diferenciação com a letra C.

H-h

Do fenício het, que significava “recinto”, “cercado”, o limite traz a possibilidade de entrar num mundo novo.

I-i J-j

São variantes gráficas da letra fenícia yod, que significa “mão”.

K-k

Do fenício kaf, significava “palma da mão”. Corresponde ao kappa grego.

L-l

Do fenício lamed, indicava o “aguilhão” para estimular os bois. Na língua grega é o lambda.

M-m

Origina-se do fenício mem e representa todo o movimento fluido, como, por exemplo, o mar e as suas ondas.

N-n

Vem do semita num, que indica qualquer forma de vida na água.

O-o

Do fenício ayin, significava “olho”.

P-p

Vem do fenício pe. Indicava a boca e todas as suas funções.

Q-q

Vem do fenício gof. Indicava a nuca, a parte posterior do crânio.

R-r

Res, na língua fenícia, significava cabeça. Além disso, significava a capacidade de dominar com os olhos a partir de um lugar elevado.

S-s

Origina-se do grego sigma, que assimilou os sons sibilantes sin e samek. Esses indicavam os dentes e o pé, considerados pelos fenícios como o sustento do mundo.

T-t

Tem origem na última letra do alfabeto fenício, taw. O seu significado era a cruz.

U-u V-v

W-w Y-y

Todas vêm da mesma letra do alfabeto fenício, a letra wau. O seu significado era o cravo.

X-x

Letra introduzida no alfabeto grego com pronúncia mista ks.

Z-z

Corresponde ao zeta grego. Foi introduzida no alfabeto latino, na época de Cícero, para a transcrição das palavras gregas

Fonte: http://www.audacia.org/cgi-bin/quickregister/scripts/redirect.cgi?redirect=EEuZEyAVlVpitPkBfL

4 comentários:

  1. Oi Telma vim visitar e achei o blog cada vez educativo parabéns minha amiga, já tomei um cafezinho e vou te dizer que tem selinho pra vc lá no blog me ofereceram o eu te dedico com o maior carinho!
    Beijinhos fofos
    ps: meu pc tá igual a turuga com perna quebrada por isso ando as voltas a avisas até hoje rsrs beijokasss

    ResponderExcluir
  2. OIE,
    Passa no meu BLOG que tem SELINHO pra vc...
    Bjossss

    ResponderExcluir
  3. Olá Telma, sou Valeria Tiusso, psicopedagoga e mantenedora do site www.psicopedagogavaleria.com.br, onde ministramos oficinas online e comercializamos materiais de apoio psicopedagógico, e venho oferecer uma parceria onde vc disponibiliza em seu blog o logotipo do site que está em anexo e escreve em cima o link www.psicopedagogavaleria.com.br e embaixo oficinas e materiais, e em contra partida eu disponibilizo o seu link em meu site na página só de blogs das minhas parcerias, e divulgo seus atendimentos na parte de indicações de profissionais em todo o Brasil, pois recebemos muitos e-mails pedindo indicações.Se aceitar a proposta, assim que disponibilizar o logotipo, por favor retorne com seus dados para disponibilizar no site e lhe enviar uma senha de acesso da oficina online de brinquedoteca.






    Á disposição, atenciosamente



    Valeria Tiusso Segre Ferreira

    Psicopedagoga

    ABPp: 11539

    11-44853310-fixo

    11-76209216- tim

    ResponderExcluir
  4. Aprenda a se tornar um vendedor de produtos pela internet.
    Conheço pessoas que estão ganhando mais de R$20.000,00 por mês.
    Aprenda um Método Simples, Passo a Passo, Para Ganhar Muito Dinheiro Rápido e Fácil Trabalhando em Casa!

    Mercado Revelado: Como Ganhar Muito Dinheiro no Mercado Livre
    http://www.mercadorevelado.com/af/368

    Revelado os Segredos que os vendedores do Mercado Livre não querem que você saiba!
    Aprenda a Revender Produtos na internet de forma inteligente.

    ResponderExcluir